Policial reage e mata assaltante com dois tiros

Um assaltante foi morto e outro ficou ferido por um soldado da Polícia Militar que reagiu a uma tentativa de roubo em Campinas. O nome do PM não foi divulgado pela Polícia Civil. Ele estava de folga e foi almoçar na casa de amigos, no Parque Industrial, no sábado à tarde, quando os dois assaltantes o atacaram. Um deles estava armado com um revólver calibre 38. Eles tentaram levar o Palio do policial, além da carteira e o celular. O veículo, porém, tinha dispositivo anti-furto e os ladrões não conseguiram acionar o motor. Eduardo Rodrigues Carneiro da Silva, de 21 anos, que estava no banco do passageiro, ficou irritado e atirou contra o PM. O policial reagiu e feriu os dois assaltantes com quatro tiros. Douglas Pereira Simões, de 20 anos, levou dois tiros. Ficou no carro e foi levado ao Hospital Municipal Mário Gatti, onde permanece internado, com risco de ficar paraplégico. Silva tentou fugir. Conseguiu parar um motoqueiro em uma Honda CG e o forçou a levá-lo a um hospital. No caminho, ambos caíram da moto depois de bater em um Fiesta. Após o tombo, o assaltante ainda invadiu uma casa, onde foi encontrado morto pela polícia.Silva havia deixado a penitenciária 1 do Complexo de Hortolândia no início deste ano. Ele cumpriu pena por roubo e furto. O revólver com o qual ameaçou o PM foi roubado de outro policial militar, Valdeci Gonçalves de Arruda, assaltado e morto no Jardim Londres, no dia 5 deste mês, por bandidos que levaram seu carro Tempra. A polícia investiga se Silva e Simões também são responsáveis pela morte de Arruda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.