Policiamente em Bangu 3 é reforçado

O policiamento em Bangu 3 está reforçado desde a rebelião na Casa de Custódia de Benfica. A unidade, que reúne 868 presos de duas facções criminosos rivais, é considerada uma bomba-relógio tanto por agentes penitenciários quando por defensores públicos. Apesar da insistência de representantes dos dois grupos pela separação de detentos de grupos inimigos, o secretário deAdministração Penitenciária, Astério Pereira dos Santos, não pretende voltar atrás.?Eles querem dominar os estabelecimentos prisionais, mas o império da lei e da ordem pertence ao Estado. É o Estado que tem o domínio da situação?, afirmou Santos, que não aceita a tese de que as 30 mortes de internos ocorridas em Benfica tenham sido causadas pela rivalidade entre facções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.