Polícias Civil e Federal continuarão nas investigações do acidente

As polícias Civil e Federal continuarão investigando as causas do acidente envolvendo o avião da Gol e do Legacy da empresa americana ExcelAire, que causou a morte de 155 pessoas na sexta-feira, 29, no Mato Grosso. Embora as duas polícias entendam que o crime é de competência federal, a decisão final ficará a cargo do juiz de Peixoto de Azevedo, Tiago Souza Nogueira de Abreu. De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso, Célio Wilson de Oliveira, a única providência que será tomada neste momento é a Polícia Federal comunicar à Polícia Civil que está nas investigações e receber cópia dos trabalhos realizados até agora. Para Oliveira, caso as investigações concluam que houve um crime, os dois pilotos seriam enquadrados no artigo 261 do Código Penal (expor a perigo embarcação ou aeronave própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar a navegação marítima, fluvial ou aérea).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.