Polícias do Rio e São Paulo matam mais que a dos EUA, diz ONG

Violência policial nos dois Estados matou 1.534 em 2008, número superior ao da África do Sul, aponta relatório

Clarissa Thomé, de O Estado de S. Paulo,

08 de dezembro de 2009 | 15h35

Relatório elaborado pela ONG Human Rights Watch sobre a violência policial no Rio e em São Paulo mostra que as duas mataram juntas 1.534 pessoas em supostos confrontos em 2008. O número é superior ao da África do Sul, que registrou 468 mortes em situação semelhante; e dos Estados Unidos, 371.

Em 2008, enquanto a polícia fluminense prendeu 23 pessoas para cada vítima fatal, São Paulo prendeu 348 e a polícia americana, 37.351.

O relatório da ONG também concluiu que "parte significativa" das mortes em suposto confronto com a polícia são, na verdade, "execuções extrajudiciais."

Pesquisadores analisaram, durante dois anos, 51 mortes em autos de resistência. Eles encontraram evidências de que as vítimas receberam tiros à queima-roupa e na nuca, e que provas testemunhais foram ignoradas pelos investigadores.

Tudo o que sabemos sobre:
políciaRioSão PauloEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.