Polícias do Sudeste terão banco de dados integrado

As forças policiais de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo deverão contar em breve com um portal na internet que irá integrar os bancos dados dos sistemas prisional, criminal e de inteligência dos quatro estados do sudeste. Reunidos em Belo Horizonte, representantes do Gabinete de Ação Integrada de Segurança Pública do Sudeste (GAISP), aprovaram nesta quarta-feira, 21, o formato do endereço eletrônico, cujo acesso ficará restrito às corporações policiais de cada Estado. "A relação entre as polícias dos estados que compõem a região sudeste sempre aconteceu de maneira informal. Ou seja, era um policial de Minas que conhecia um policial de São Paulo e, às vezes, precisando de alguma informação, pedia a ele. Outras vezes não. Com esse portal, estamos saindo do informalismo e trazendo para o formal", disse o delegado Otto Teixeira Filho, um dos representantes mineiros no gabinete."Essa conduta, sem dúvida, nenhuma contribuirá muito para o trabalho não só de prevenção, mas também de investigação".Segundo o delegado, um convênio ainda precisa ser formatado e assinado pelos quatro governadores, o que deverá ocorrer num prazo máximo de dois meses. O Espírito Santo, por exemplo, ainda necessita de ajustes "técnicos" para disponibilizar seu banco de dados. Otto Teixeira acredita que na próxima reunião do GAISP - nos dias 24 e 25 de abril, no Rio - o convênio seja fechado. O custo para a implantação e manutenção não é considerado um problema. A hospedagem da página, a princípio, será feita pela Polícia Militar de São Paulo. "O custo é baixíssimo porque cada estado já tem os seus bancos de dados", comentou o delegado mineiro.Os policiais garantiram que acesso à página será bastante controlado. Num primeiro momento, cada estado terá direito a 20 senhas, que serão distribuídas pelos chefes das corporações.CâmerasDurante a reunião na capital mineira, os representantes do GAISP conheceram o Sistema Nacional de Identificação de Veículos em Movimento (Siniven) e estudam a possibilidade de implantá-lo nas fronteiras dos quatro estados. O Siniven permite que sejam filmadas as placas dos veículos que atravessarem a fronteira."Conhecemos o sistema e vamos verificar a possibilidade da instalação dele nas nossas fronteiras e, inclusive, nesse portal, para que a gente tenha um monitoramento cotidiano e diário", disse Otto Teixeira.Colômbia Belo Horizonte sediou o terceiro encontro do GAISP, que já se reuniu no Espírito Santo e em São Paulo. Nesta quinta-feira, 22, os governadores de Minas, Aécio Neves (PSDB), e do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), viajam para a Colômbia. Eles vão conhecer experiências e ações que levaram à queda dos índices de violência em cidades do país vizinho, como Bogotá, Medellín e Cali.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.