Polio: 3,1 milhões de crianças devem ser vacinadas

Acontece neste sábado, 9, a primeira fase da 27ª edição da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, que pretende imunizar 3,1 milhões de crianças de até 5 anos. A segunda etapa será em 26 de agosto. A poliomielite pode causar paralisia dos membros inferiores e até comprometer os músculos respiratórios, levando à morte. A Secretaria de Estado da Saúde orienta que, mesmo as crianças que estão com a carteira de vacinação em dia, compareçam aos postos para aumentar o número de crianças vacinadas. Recomenda-se ainda que pacientes em tratamento de quimioterapia ou radioterapia não tomem a dose para não terem uma reações adversas. A vacina não tem contra indicações em crianças com qualquer outra doença. Além da imunização contra paralisia infantil, a criança poderá receber doses de vacinas atrasadas na caderneta, como a tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche), a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e hepatite B.Os pais devem levar seus filhos a um dos 23 mil postos de vacinação de todo o Estado, das 8 às 17 horas. Confira a lista dos postos no site do Centro de Vigilância Epidemiológica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.