Poltronas: viajantes serão ouvidos sobre ''''distância ideal''''

O pedido do ministro da Defesa, Nelson Jobim, para que a Anac imponha às companhias aéreas a ampliação no espaço entre as poltronas dos aviões começa a ganhar forma dentro de uma semana. Segundo o presidente da Anac, Milton Zuanazzi, a agência vai abrir consulta pública na próxima terça-feira para colher propostas sobre a distância ideal entre as poltronas.O site da Anac terá um espaço reservado para as sugestões, que poderão ser enviadas às empresas. Uma pesquisa da agência concluiu que 5% dos passageiros são prejudicados com a atual disposição dos assentos.Ao fim da reunião realizada ontem com as companhias, Jobim classificou de ''''antivital'''' a distância entre as poltronas. ''''Disse a elas (companhias aéreas) que era antivital, com situação de desconforto absoluto.'''' O ministro afirmou ainda que rebateu a alegação das empresas de que uma mudança no espaçamento das aeronaves pode resultar em aumento do preço das passagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.