Poluição do ar de Curitiba reduz em 50% no Dia Sem Carro

A medição parcial da qualidade do ar em Curitiba, feita na manhã desta sexta-feira, 22, o Dia Sem Carro, mostrou uma redução de 50% no índice de nitrogênio. De acordo com a prefeitura, as amostras foram coletadas no centro e em alguns bairros e comparadas com o dia anterior pelo Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec). Na Praça Ouvidor Pardinho, no centro, por exemplo, foram verificadas 40 partes por milhão (ppm) na quinta-feira, enquanto nesta sexta foi de 20 ppm. A poluição sonora, medida pela Secretaria do Meio Ambiente, mostrou redução de 3 pontos em relação à sexta-feira anterior.A prefeitura fechou três quadras da Rua Barão do Rio Branco, no centro, onde foram realizadas atividades educativas e de recreação. Em 2003, quando Curitiba também aderiu à campanha, o tráfego de praticamente todo o centro da cidade foi interrompido. Nesta sexta, o tráfego fluiu melhor durante a manhã. Depois do meio-dia, o congestionamento voltou em alguns locais.Segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), responsável pelo gerenciamento do trânsito, Paulo Schmidt, o mais importante é levantar a discussão sobre um plano futuro de mobilidade para a cidade.Curitiba tem aproximadamente 960 mil veículos, com aumento anual de cerca de 6%. Para ajudar na mobilidade dos curitibanos, a Urbs reforçou o sistema de transporte público, colocando 135 ônibus extras nas 86 linhas mais congestionadas para realizar 729 viagens adicionais nos horários de pico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.