Pombos levam celulares a presídio

Detentos da Penitenciária Danilo Pinheiro, em Sorocaba, interior de São Paulo, estavam usando pombos-correio para receber componentes de telefones celulares. Os equipamentos eram colocados em bolsas improvisadas com preservativos e amarrados às pernas das aves. Dois pombos foram capturados nesta semana pelos agentes penitenciários. Um deles transportava dois telefones celulares sem a bateria. A Polícia Civil vai investigar de onde partiram os pombos-correio. Há suspeita de que elas também levam drogas ao presídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.