Ponte desaba e deixa um morto no ES; 5 estariam desaparecidos

Testemunhas afirmam que 5 podem estar desaparecidos; ponte estava interditada, mas era usada por pedestres

Pedro Dantas, de O Estado de S. Paulo,

19 de janeiro de 2009 | 12h16

Uma mulher de 24 anos ficou ferida e outra está desaparecida após o desabamento de um trecho de aproximadamente 300 metros da Ponte Getúlio Vargas, em Linhares, no Espírito Santo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a incidente ocorreu por volta das 6 horas desta segunda-feira, 19. Testemunhas afirmam que cinco pessoas podem estar desaparecidas e mergulhadores dos bombeiros buscam por vítimas no Rio Doce. Inaugurada em 1954, pelo ex-presidente Getúlio Vargas, a ponte já passou por várias reformas. A ponte estava interditada a pedestres e motoristas, mas era usada por praticantes de caminhadas e atividades físicas.  A causa da queda ainda será apurada, mas os bombeiros não descartam que o volume d'água do Rio Doce acima normal pode ter contribuído para o desgaste da estrutura.

Tudo o que sabemos sobre:
desabamentoponteEspírito Santo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.