Ponte estaiada vai ligar Santos e Guarujá

Obra, que deve substituir travessia por balsas, deve ficar pronta em 2012

Rejane Lima, SANTOS, O Estadao de S.Paulo

20 de maio de 2009 | 00h00

As cidades de Santos e Guarujá deverão estar interligadas por uma ponte estaiada até o fim de 2012, conforme anunciou ontem o secretário estadual de Transportes de São Paulo, Mauro Arce. Discutida desde a década de 40, a passagem seca terá por objetivo eliminar a travessia de balsas mais movimentada do mundo - por isso, a obra deverá ser construída nas proximidades do serviço atualmente administrado pela Dersa.O projeto não contempla o transporte de carga. "Não vai ligar os dois lados do porto. É uma ponte com o objetivo específico de atender a clientela que usa hoje o ferryboat", esclarece o secretário. Com quatro pistas, duas em cada sentido, passagem para pedestre e ciclovia, a ponte terá 2,8 quilômetros de extensão. Com um custo estimado em R$ 500 milhões, o projeto será viabilizado por parceria público-privada (PPP) e a intenção do governo é arcar com no máximo 50% dos custos.Como próximo passo, haverá a publicação de carta-convite para contratar um projetista. Na sequência, será lançado o edital de licitação da concessão de 30 anos. "Pretendemos fazer isso até o fim deste ano. Se a obra começar em 1º janeiro, ficará pronta em junho de 2012", afirma Arce. A cobrança de pedágio já foi definida e custará no máximo o preço da travessia de balsas (R$ 7,50 para veículos de passeio). Mas a modalidade da concessão ainda será discutida. "Ou ganha quem oferecer a menor tarifa ou quem quiser a menor contrapartida do Estado."DESAPROPRIAÇÕESTanto o prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa (PMDB), quanto a prefeita do Guarujá, Maria Antonieta de Brito (PMDB), comemoraram a opção do Estado pela construção de uma ponte, em vez de um túnel submarino, como se cogitava inicialmente. Em Santos, não estão previstas desapropriações. No Guarujá, o grande número de estabelecimentos comerciais na Avenida Adhemar de Barros é um elemento complicador. DETALHES Localização: ligará Santos, na altura do bairro da Ponta da Praia, ao Guarujá, no bairro Santa Rosa (por meio da Avenida Adhemar de Barros) Utilização: será proibida ao transporte de cargas Extensão: 2,8 km, sendo 800 metros estaiados e mais 1 km de rampa em cada cidade (travessia marinha com 500 metros) Altura: 70 m, com vão suficiente para navegação Largura: Cerca de 20 m nas rampas e 18 m na parte estaiada, divididos em quatro pistas (duas em cada sentido), passagem para pedestres e ciclovias Custo estimado: R$ 500 mi Previsão para execução da obra: até 30 mesesExploração: 30 anos de concessão. O pedágio deve ter preço máximo igual ao cobrado pela balsa (hoje custa R$ 7,50 por veículo de passeio)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.