Ponte que desabou há um ano será reaberta em março

A ponte sobre a Represa do Capivari, no km 42,6 da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), entre São Paulo e Curitiba, que desabou parcialmente na noite de 25 de janeiro do ano passado, será reaberta no início de março deste ano. No mesmo dia, no entanto, o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) vai interditar a ponte remanescente para obras. Ainda não está definido se o fechamento será completo ou de meia pista. De qualquer forma, os 30 mil veículos que passam diariamente no trecho, de pista dupla, continuarão enfrentando um afunilamento."Será uma interdição curta, de aproximadamente uma semana, para obras de reforço da ponte que ficou em pé quando a outra desabou", informou o engenheiro Ronaldo Jares, supervisor de obras do Dnit no Paraná. A limitação do tráfego no sentido São Paulo - Curitiba agora será necessária para a troca de uma junta de dilatação da ponte em uso. Desde que ocorreu o desabamento e a interdição da paralela, ela vem recebendo todo o tráfego da rodovia. Com o excesso de movimento, a junta se abriu.A ponte caiu após um período de chuvas, há exatamente um ano. As lajes cederam sob dois caminhões que despencaram de uma altura de 40 metros. Os ocupantes de um deles, o motorista, sua mulher e um filho pequeno, conseguiram se salvar. O motorista do outro veículo morreu afogado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.