População destrói DP e delegado mata suspeito

Cerca de cem moradores de Santo Antônio do Tauá, no Pará, revoltados com o estupro e a morte de uma menina de 8 anos e imaginando que o criminoso estivesse na delegacia, destruíram parte do prédio, um carro da polícia e parte do Fórum. Vinte pessoas foram detidas e três presos fugiram. O titular da delegacia, Ronaldo Lopes, matou um dos suspeitos da depredação, não identificado. Ele alegou legítima defesa e foi levado à corregedoria em Belém.

O Estadao de S.Paulo

08 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.