EFE/ EPA/ VATICAN MEDIA
EFE/ EPA/ VATICAN MEDIA

Por medo da covid-19, Papa Francisco celebrará missa no Dia de Finados sem a presença de fiéis

Assim como no Brasil, a data é lembrada com celebrações e visitas aos túmulos em diversos países do mundo

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2020 | 14h09

VATICANO - O papa Francisco celebrará a missa no feriado de Finados, lembrado na próxima segunda-feira, 2, sem a presença de fiéis dentro do Vaticano. O pontífice também evitou a multidão nesta quarta-feira, 28, por medo da 'senhora covid', confessou durante a audiência geral. 

Devido à emergência sanitária decorrente do novo surto de coronavírus na Europa, a tradicional missa pelos mortos será celebrada em particular no cemitério teutônico dentro do Vaticano.

Nesta quarta-feira, o papa evitou saudar pessoalmente, como costuma fazer, alguns dos fiéis que compareceram à audiência geral na sala Paulo VI dentro do Vaticano. 

“Adoraria descer e cumprimentar a todos, mas devemos manter a distância”, explicou aos presentes, todos com máscaras. “Se eu descer, as pessoas se reúnem (...) e isso vai contra os cuidados e os cuidados que devemos ter diante dessa senhora chamada cobiça, e que tanto nos dói”, explicou. 

O papa e seus assistentes, que seguravam o público do camarote, não usavam máscara, enquanto os guardas suíços e os fotógrafos oficiais são obrigados a usá-la. 

De acordo com o programa do papa divulgado pela assessoria de imprensa, na quarta-feira que vem, 5, Francisco presidirá na Basílica de São Pedro uma missa em memória dos cardeais e bispos falecidos. 

A missa contará com a presença de um número limitado de fiéis e o programa pode ser modificado dependendo da situação de saúde, alertou o Vaticano.

Assim como no Brasil, o Dia de Finados ou Dia dos Mortos é lembrado em diversos países do mundo. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.