Por Plano Diretor, debate público

Para tentar aprovar a legalidade da revisão do Plano Diretor, a partir das 9h de hoje, em audiência na Comissão de Constituição e Justiça, na Câmara Municipal, a gestão Gilberto Kassab (DEM) vai defender a tese da participação popular no projeto. O governo vai dizer a entidades, vereadores e Ministério Público que serão realizadas audiências públicas em 96 bairros. O líder de governo, José Police Neto (PSDB), vai defender a "radicalização" da participação popular nos debates da revisão.O governo pretende rever o limite de verticalização em alguns bairros já saturados pela regra em vigor, do Plano Diretor de 2002, como mostrou o Estado no domingo. Penha e Morumbi, por exemplo, já não podem mais receber empreendimentos, apesar de terem áreas ociosas. O novo plano também quer promover o adensamento ao longo da malha de transporte público. Para entidades e MP, a revisão atende aos interesses do mercado imobiliário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.