Porto Alegre parou de crescer

A capital dos gaúchos parou de crescer? Os números entre os anos 80 e 91 indicam que ela cresceu apenas 1% ao ano. De 91 a 96 baixou para 0,5% ao ano e, no censo último, se cresceu não foi mais do que 50 mil pessoas, informa a Secretaria Municipal da Indústria e Comércio da capital. Porto Alegre, na verdade, se torna cada vez mais uma cidade de funcionários e de aposentados, reconhecem o técnico da Prefeitura Municipal, Sérgio Simioni. No censo de 2000, a capital dos gaúchos estava com 1.300 mil habitantes, dos quais 550 mil trabalham. Destes, cerca de 81 mil são funcionários públicos que recebem uma média salarial três vezes superior aos que trabalham na iniciativa privada. "Trinta por cento dos empregos gerados em Porto Alegre são ocupados por gente que mora em cidades vizinhas", diz Simioni. E acrescenta, com ar pesaroso. "Se todos os empregos gerados em Porto Alegre fossem ocupados por portalegrenses, a cidade não teria desemprego".Porto Alegre

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.