Porto da Pedra pinta Sapucaí com cores da moda e história

Escola teve destaques como Marília Pêra, Valesca Popozuda e Geisy Arruda; tempo não chegou a ser problema

Gabriel Vituri - estadao.com.br,

15 de fevereiro de 2010 | 23h57

Porto da Pedra fez desfile com a história da moda e muitas cores

 

RIO - A Unidos do Porto da Pedra, com o enredo "Com que roupa... Eu vou? Pro samba que você me convidou?", conseguiu representar de maneira clara e chamativa a evolução do mundo da moda, abrangendo desde a pré-história até o século 21 de forma cronológica.

 

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos da Porto da Pedra

blog Acompanhe o carnaval pelo País no blog

especial Cobertura completa da folia na página especial

 

Na comissão de frente, homens fantasiados de meninas brincavam com mulheres vestidas de bonecas, como uma forma de apresentar o início das ideias de moda. Um tigre, com piercing e boné, chamou atenção no enorme carro abre-alas. A história foi apresentada com personagens do desenho animado Os Flintstones e outras figuras históricas. Participaram também a rainha Cleópatra e Maria Antonieta e até o Palácio de Versalhes teve seu espaço na avenida. No último carro, o "Sapucaí Fashion Day", modelos e "socialites" representavam a moda tal qual ela é hoje.

 

Para entrar no clima de glamour do universo da moda, a escola promoveu um banho de perfume no Sambódromo. "Mandei comprar 5 litros de perfume Armani e Chanel nº 5 ", contou o carnavelesco Paulo Menezes. Durante o desfile, porém, boa parte do perfume que seria borrifado na plateia acabou vazando na pista.

 

No início do desfile, o motor de um dos carros alegóricos parou de funcionar por um momento, mas o problema logo foi resolvido. O tempo também assustou, mas não comprometeu; pouco antes de completar uma hora de desfile, o último carro alegórico ainda não havia entrado na avenida e a bateria só entrou no palco após 60 minutos passados. Mesmo assim, a escola conseguiu se organizar e o desfile foi finalizado tranquilamente.

 

Atriz Marília Pêra foi destaque e representou a estilista Coco Chanel na Sapucaí

 

O tema surgiu de Uberlan Jorge de Oliveira, presidente da escola, que em um sonho imaginou a vermelho e branco campeã com um desfile sobre a moda. O carnavalesco Paulo Menezes resolveu dar "asas à imaginação" e transformou a ideia em números: 4.200 componentes, 38 alas, 7 carros alegóricos e 3 tripés.

 

A Unidos do Porto da Pedra contou ainda em seu desfile com a estudante Geisy Arruda, representando a rainha Elizabeth, além da rainha da bateria Valesca Popozuda. O papel da famosa estilista francesa Coco Chanel fou vivido pela atriz Marília Pêra, que arrancou aplausos das arquibancadas com sua caracterização.

 

(Com Mônica Ciarelli, da Agência Estado)

 

linkMocidade mistura sagrado e profano com samba empolgante

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.