Português é preso por tráfico de mulheres

Um português acusado de aliciar mulheres brasileiras para prostituição na Europa foi capturado quarta-feira em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, pela Polícia Federal. A prisão temporária foi decretada pela 1ª Vara Federal de Araraquara (SP). Ele faz parte de uma quadrilha que agia em Porto Alegre e Canoas e em Campinas e Araraquara, em São Paulo.Os criminosos selecionavam as mulheres, ofereciam passaportes e ? 3 mil para que elas dissessem, caso fossem abordadas pela polícia, que estavam em viagem turística. O dinheiro era devolvido a agentes da quadrilha na chegada a Lisboa.De capital portuguesa, elas seguiam a Viseu, no norte, onde eram forçadas a trabalhar como prostitutas para pagar as passagens e os passaportes. Depois de zeradas as contas, eram liberadas. Outros dois participantes da quadrilha, uma mulher e um irmão do português detido no Sul, estão presos desde 12 de fevereiro, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.