Pousos em Viracopos complicam a vida de passageiros

Entre vários problemas, passageiros tiveram que viajar para a capital em ônibus

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 10h04

Passageiros da Gol Linhas Aéreas cobraram, irritados, na manhã deste sábado, 30, informações sobre transferência de seus vôos do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. De acordo com dois passageiros que integram o grupo que tentou conversar com os funcionários do check-in da Gol, ao menos 200 pessoas aguardam o embarque desde a noite desta sexta ou madrugada deste sábado - muitos dormiram no aeroporto. Os representantes da Gol no aeroporto em Campinas não dão informações precisas sobre a situação. Alguns passageiros foram informados apenas de que não há infra-estrutura e tripulação para atender a demanda. Na assessoria da Gol em São Paulo, a informação dada ao Estado, por telefone, é a de que só há plantonistas para repassar informações para a imprensa em casos de emergência. A Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) faz nesta manhã levantamento do número de vôos transferidos e atrasados e tenta informações junto à companhia. Mais de 20 vôos com destino a aeroportos da capital paulista, vindo do exterior, foram desviados na noite de sexta-feira para o Aeroporto Internacional de São Paulo, na cidade de Campinas. Segundo informações da Infraero em São Paulo, o Aeroporto de Congonhas fechou por volta de 19h30 de sexta-feira por causa da neblina e, por isso, os vôos tiveram de ser desviados para outros aeroportos ou até mesmo cancelados. Texto ampliado às 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.