PP perderá tempo de propaganda partidária em 2007

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo cassou um minuto do tempo de propaganda partidária reservado ao PP, na forma de inserções estaduais, por violação à legislação eleitoral. De acordo com informações do site do TRE, a perda do tempo deverá ocorrer em 2007, quando haverá inserções desse tipo de propaganda.A decisão foi anunciada segunda-feira, 14. O partido poderá recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). MultaPor maioria dos votos, o candidato a governador de São Paulo, Carlos Alberto Eugenio Apolinário (PDT), e o Diretório Estadual do PDT foram multados na segunda-feira, 14, em R$ 21.282,00, cada um, por propaganda antecipada. Os juízes do Tribunal concluíram que as inserções, ocorridas em maio e veiculadas na TV, com a afirmação de Apolinário "Eu, você e o PDT vamos governar São Paulo juntos", caracterizaram propaganda antecipada.A propaganda somente é permitida a partir do dia 6 de julho do ano da respectiva eleição, de acordo com a legislação eleitoral. O candidato poderá recorrer da decisão no TSE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.