PPS, PMN e PHS se fundem para superar cláusula de barreira

O PPS, PMN e PHS anunciaram nesta quinta-feira sua fusão para cumprir a cláusula de barreira, e formarão o partido Mobilização Democrática (MD). Juntos, os três partidos conseguem 5,5% dos votos nacionais para a Câmara dos Deputados, contando com 27 deputados federais e um senador. Segundo informou o site do PPS, o PV ainda estuda a possibilidade de se juntar ao novo partido.O acordo foi selado nesta quinta em um encontro na capital paulistana, e contou com a presença dos três presidentes nacionais das legendas: Roberto Freire (PPS), Telma Ribeiro Santos (PMN) e Paulo Roberto Matos (PHS). Segundo Freire, "essa fusão não tem apenas o intuito menor de superar a cláusula de barreira. A idéia é construir um novo operador político no Brasil". Nos próximos dias, os três partidos reunirão suas direções para consolidar a fusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.