Praia Grande monitora ruas e escolas em busca de segurança

Um carro suspeito pára em frente a uma escola e logo depois há a abordagem dos ocupantes pelos policiais. Essa é uma das cenas vistas e filmadas por uma das 333 câmeras instaladas em pontos estratégicos da cidade que começaram aser vistas nesta sexta-feira em Praia Grande, que instalou uma rede de fibra ótica que permitirá omonitoramento dos locais mais movimentados e das escolas.O sistema conta já com 333 câmeras, ligadas a uma estação integrada que contará com o trabalho conjunto da Polícia Militar, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e do serviço de ambulâncias daprefeitura."Com esse sistema, vamos aumentar o padrão de segurança da população, além de melhorar o atendimento, já que os fatos serão observados e o centro integrado de operações irá determinar o atendimento à ocorrência", explicou o prefeito Alberto Mourão (PMDB).O secretário estadual da Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu Filho, inaugurou nesta sexta-feira o Sistema de Monitoramento de Vídeo Vigilância, que considerou o maismoderno do Estado. "Nenhum dos sistemas tem esse nível de tecnologia e essaagilidade no atendimento." Ressaltou, porém, que "tão importante quanto esse sistemaé a maior atenção para as questões sociais".É que 60% dos atendimentos do 190 dapolícia tratam de problemas de fora da área policial. Disse que a população prefereesse telefone, "que é bastante prestigiado".Segundo ele, onde a ambulância nãochega, um veículo da PM é requisitado. Ele pretende liberar os policiais para suasfunções e, para isso, as prefeituras devem assumir mais o atendimento social.O Sistema de Monitoramento de Vídeo Vigilância faz parte de um projeto maior, que é o Cidade Integrada. Segundo o prefeito Almerto Mourão (PMDB), além da questão de segurança, o projeto representa a inclusão digital da população. "Existe o analfabetismo provocado pelo mundo digital e muitas pessoas não conseguem acessar a internet."Por isso, a Prefeitura vai aproveitar a rede de fibra ótica para ter um provedor de acesso e fornecerá e-mail grátis para os 33 mil alunos da rede de ensino municipal. "Toda criança terá um endereço eletrônico e estamos instalando nas escolas laboratórios de informática ligados ao sistema para que tenham acesso gratuito".Gradativamente, os pais também terão cursos e acesso ao sistema. Um ponto que eleacha importante é que os pais poderão monitorar pela internet a entrada e saída dasescolas, que têm câmeras instaladas."Além de afastar o traficante da porta da escola, vai permitir que acesse aquela porta epode acompanhar a saída do filho, ver para onde está indo."A área da saúde também será beneficiada pelo sistema, já que o prontuário poderá ser acessado pelo usuário, que terá uma senha, e a ligação entre o centro de saúde e o laboratório seja feita em tempo real. "O sistema será muito mais ágil", diz o prefeito Alberto Mourão.A Prefeitura de Praia Grande investiu R$ 4 milhões na implantação da rede de fibraótica, que tem 92 quilômetros de cabos e atinge toda a cidade. Atualmente, 333 câmeras estão instaladas e esse número aumentará de acordo com a necessidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.