Preço do pedágio da Castelo Branco pode cair de R$ 9,60 para R$ 4 em Itapevi

O preço do pedágio do km 33 da Rodovia Castelo Branco, em Itapevi, na Grande São Paulo, deve baixar dos atuais R$ 9,60 para R$ 4,20 ou R$ 4. A medida é a forma de compensar o usuário que será obrigado a pagar pedágio também na pista expressa, onde serão construídas extensões das praças das vias marginais no km 18 (Osasco), sentido interior, e no km 20 (Barueri), sentido capital. A tarifa ficaria em R$ 2,60 ou R$ 2,80. Hoje é cobrado R$ 5,60.O governo do Estado estuda proposta da Agência de Transporte do Estado (Artesp) para retribuir gastos que a Viaoeste terá com a construção de dois novos acessos da estrada à Marginal do Tietê. Para que o pacote seja oficializado, o governador José Serra precisa dar sinal positivo ao projeto. De acordo com o presidente da Viaoeste, José Braz Cioffi, a redução do valor do pedágio na praça de Itapevi é uma forma de compensação ao usuário. "Mas 66% do público vai ter algum desconto", disse. "Quem utiliza a via expressa hoje até Araçariguama, por exemplo, paga R$ 9,60. No novo esquema, se aprovado, pagará os mesmos R$ 9,60 divididos em dois pedágios, na ida e na volta. Mas uma empresa de ônibus que usa a marginal paga hoje R$ 20,80 e deverá pagar R$ 9,60." Os restantes 34% dos cerca de 70 mil usuários das vias expressas diariamente, nos dois sentidos, vão pagar a mais.O diretor-geral da Artesp, Carlos Eduardo Sampaio Dória, disse que o pacote está orçado em R$ 230 milhões. "Calculamos que fique tudo pronto em um ano e meio", disse Cioffi. A entrega do novo Cebolão coincidiria com o ano eleitoral de 2010, que tem Serra como pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.