Prédio de luxo sofre arrastão no Morumbi

Vinte assaltantes fizeram moradores reféns e invadiram 5 apartamentos

Camilla Haddad e Daniela do Canto, O Estadao de S.Paulo

23 Julho 2009 | 00h00

Armados de pistolas e metralhadoras, 20 assaltantes fizeram um arrastão no Condomínio Panorama do Morumbi, no Morumbi, zona sul de São Paulo, na noite de anteontem. Dos 18 apartamentos - de 700 metros quadrados -, cinco foram invadidos. Os bandidos fugiram com dinheiro, joias e carros importados. Entre os moradores estão executivos, socialites, decoradores de renome e donos de construtoras, que preferiram o silêncio e não registraram boletim de ocorrência. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha fez dez pessoas reféns durante mais de oito horas: entre 23h30 de terça-feira e 8h de ontem. Parte dos ladrões entrou no edifício de alto padrão pelos fundos, bem próximo de um cemitério, onde pularam o muro. A cerca elétrica estava danificada. Outros integrantes da quadrilha dominaram o zelador, de 41 anos, que estava na garagem. A vítima foi obrigada a entrar na guarita blindada, onde estava um segurança que também ficou refém. Outro segurança do condomínio, um homem de 42 anos, chegou por volta das 2h30 ao local e acabou dominado. Funcionários e moradores ficaram com as mãos e os pés amarrados na casa do zelador. Antes da fuga, os integrantes da quadrilha passaram na portaria e levaram dois computadores que serviam para armazenar as imagens das câmeras de circuito interno do prédio. Os funcionários do condomínio informaram que, com exceção de dois assaltantes, os criminosos usavam capuz preto de lã e pareciam ser "profissionais". Somente o zelador e dois seguranças foram orientados a comparecer ao 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi) para realizar possível reconhecimento fotográfico dos criminosos. A ocorrência foi registrada como roubo. Poucas horas após o arrastão, o turno de funcionários da manhã não parecia amedrontado. Um homem em um carro desceu na rua e conseguiu chegar bem perto do porteiro para entregar um buquê de flores. VILA LEOPOLDINA Três pessoas de uma mesma família foram feitas reféns dentro de casa por cerca de duas horas, durante um assalto na Vila Leopoldina, zona oeste. Quatro bandidos invadiram a casa e um deles saiu para efetuar saques em caixas eletrônicos, enquanto a família era mantida sob a vigilância dos comparsas. Três ladrões foram presos. Um quarto envolvido conseguiu fugir. Ninguém se feriu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.