Prédio que afundou está condenado

Os moradores dos 16 apartamentos do bloco 155-A do Residencial Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes (PE), não poderão voltar a residir no local, depois do afundamento de 10cm do prédio na madrugada de anteontem. A informação é da Defesa Civil do município. Ainda há risco de desabamento. A Defesa Civil também mantém interditados o bloco 155-B, duas garagens e um pequeno comércio que também podem ser afetados. A umidade do solo pode ter provocado o afundamento. O prédio foi construído há mais de 20 anos pela antiga companhia estadual de habitação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.