Prefeito cassado a 17 dias de encerrar o mandato

Somente agora, a 17 dias de encerrar o mandato, é que o prefeito Valdir Cossari (PSDB), de Itajobi, interior de São Paulo, teve seu registro de candidatura cassado e foi afastado do cargo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por cometer crime de abuso do poder econômico na campanha eleitoral de 2000.Em seu lugar assumiu na sexta-feira o presidente da Câmara, Ademar Antônio Sombrano (PSDB), que disse quase ter desistido da nova tarefa ao tomar conhecimento de parte da situação financeira da prefeitura.Cossari, que não foi localizado nesta segunda-feira, passou os quatro anos recorrendo das decisões judiciais para se manter no cargo depois de ser reeleito em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.