Prefeito de Americana pede afastamento do cargo

O prefeito de Americana, Waldemar Tebaldi (PDT), de 84 anos, enviou nesta terça-feira à Camara Municipal uma solicitação de afastamento do cargo por prazo indeterminado para tratamento de saúde. A solicitação foi feita cinco diasdepois de o Legislativo protocolar um requerimento na prefeitura pedindo um laudo médico sobre a saúde do prefeito.O autor do requerimento, vereador Orestes Camargo Neves (PSDB), comentou que o prefeito quase não comparecia à prefeitura e, quando o fazia, permanecia no local por no máximo duas horas. Segundo ele, servidores denunciaram que o secretário de Gabinete, Waldemar Tebaldi Filho, filho do prefeito, havia assumido as funções do pai. Com o afastamento oficial de Tebaldi, irá assumir a prefeitura o vice-prefeito, Erich Hetzl Júnior (PDT). A primeira-dama Luiza da Motta Tebaldi e Tebaldi Filho divulgaram um comunicado oficial no qual afirmam que oafastamento é uma ?medida difícil para todos nós, para a equipe de governo e amigos, mas necessária do ponto de vista médico?. O comunicado diz ainda que a licença ?preserva a pessoa e a história de um homem que nunca mediu esforços para melhorar a qualidade de vida da população?. Tebaldi está no seu quarto mandato, foi reeleito em 2000. A família não informou detalhes sobre a doença.Advogado, Erich Hetzl Júnior tem 53 anos, é casado com Sônia Gomes de Aguiar Hetzl e tem dois filhos. Foi procurador jurídico no primeiro governo de Tebaldi, em 1977, e se elegeu vice na coligação Aliança Popular (PDT, PcdoB e PT) em 1996, tendo sido reeleito em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.