Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Prefeito de Anápolis afastado por suspeita de desvio de verba

A cidade de Anápolis, a 45 quilômetros de Goiânia, está sob intervenção administrativa a partir de hoje. A decisão de intervir na segunda cidade mais importante do Estado de Goiás foi do governador Marconi Perillo (PSDB), que afastou do cargo o prefeito Ernani de Paula, (sem partido), acusado de desvio de recursos. O interventor é o vice-governador do Estado, Alcides Rodrigues (PP). Ele assumiu hoje a prefeitura com a missão de colocar em ordem a folha de pagamento de funcionários e fornecedores.O pedido de intervenção foi apresentado ontem ao governador por uma comissão de 12 vereadores. Horas antes, por 18 votos a 2, eles aprovaram requerimento pedindo o afastamento imediato de Ernani. O argumento é de que um processo de impeachment se arrastaria por 60 dias. "O povo exigiu essa decisão para acabar com o caos", afirmou o presidente da Câmara, José Vitor Caixeta.De acordo com o governador, uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) comprovou desvio de dinheiro reservado para as obras de duplicação da avenida Brasil, uma das principais da cidade. O TCM também recusou as contas da administração relativas a 2002.

Agencia Estado,

19 de agosto de 2003 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.