Prefeito de Colônia Leopoldina é afastado

ALAGOAS

, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2010 | 00h00

O prefeito de Colônia Leopoldina, Cássio Alexandre (PDT), foi afastado por ordem judicial após uma ação do Ministério Público Estadual ofertada pelo promotor Jorge Bezerra. Ele é acusado de desaparecer com cerca de R$ 125 mil dos cofres do município por meio de um esquema de caixa 2, ao esconder o recolhimento desses recursos na contabilidade da cidade. Três secretários municipais também foram afastados, entre eles, o ex-prefeito Manuilson Andrade (Finanças) - apontado como o homem forte da prefeitura. A decisão de afastá-los foi do juiz Yuli Rotter Maia. Segundo as investigações, o esquema consistia na falta de registro de arrecadação de recursos nos cofres da cidade. O dinheiro era proveniente de taxas pagas em feira livre e no matadouro de Colônia Leopoldina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.