Prefeito de Guarulhos critica ação da polícia de SP

O prefeito de Guarulhos, Elói Pietá (PT), criticou hoje à tarde a atuação da polícia paulista no episódio que culminou com a morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel(PT). "Parece-me que não foi adequada a operação da forma como foi feita", disse. "O governo precisa mudar radicalmente sua política de segurança pública. Não adianta só blitze, é preciso investigação." Pietá chegou à tarde ao posto de perícia médica do Jaguaré, na zona oeste da capital, onde está o corpo do prefeito de Santo André.Pietá acredita que os rumos da violência podem levar o Brasil a situações semelhantes às que ocorrem a Colômbia. Ele pretende convocar os 39 prefeitos da Grande São Paulo para discutir a questão da segurança e oferecer opções e ajuda ao Estado. Pietá não teme que seja alvo de futuros atentados por pertencer ao PT. Mas acredita que a morte do prefeito de Campinas e de Santo André, ambos de seu partido, além dos atentados sofridos por outros prefeitos do partido, não podem ser tratados como mera coincidência. "O primeiro grande erro do governo foi não ter procurado esclarecer imediatamente a morte do prefeito de Campinas", disse. "O problema não é só com prefeitos do PT, e o governo tem de acordar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.