Prefeito de Ipatinga (MG) está desaparecido

A Polícia Civil ainda não tem pistas sobre o paradeiro do Prefeito de Ipatinga (MG), Chico Ferramenta (PT), desaparecido desde a última segunda-feira pela manhã. De acordo com informações da assessoria de imprensa da prefeitura do município, localizado no Vale do Aço mineiro, Ferramenta chegou em Belo Horizonte na última sexta-feira para participar da posse de sua esposa, Cecília Ferramenta (PT), na Assembléia Legislativa do Estado. Na manhã de segunda-feira, ele deixou o apartamento, na região sul de Belo Horizonte por volta das 11h30, sem documentos e sem telefone celular, dizendo que iria dar uma volta pela cidade. Desde então a família do prefeito não tem notícias dele e comunicou o desaparecimento neste mesmo dia. O Departamento de Operações Especiais (DEOESP) da Polícia Civil deverá assumir o comando das investigações, mas deputados petistas reivindicam a formação de uma força-tarefa composta também pelas Polícias Militar e Federal, além do Ministério Público. De acordo com informações da assessoria da Prefeitura de Ipatinga e também de familiares, Chico Ferramenta não vinha sofrendo qualquer tipo de ameaça ultimamente e, até o momento, não houve nenhum tipo de comunicação que sugerisse um seqüestro. Logo mais, às 14h, os parlamentares que compõem a bancada do PT na Assembléia Legislativa do Estado e Cecília terão uma reunião com representantes do Ministério Público para discutir o rumo das investigações. Chico Ferramenta iniciou sua carreira política em 1985, quando foi eleito deputado estadual em Minas. Em 1989, foi eleito o primeiro prefeito petista na região do Vale do Aço. Quatro anos mais tarde ele se elegeu deputado federal, voltando à prefeitura de Ipatinga em 1997. Atualmente está cumprindo o seu segundo mandato consecutivo como prefeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.