Prefeito de Jacareí recebe carta com ameaça

O prefeito de Jacareí, Marco Aurélio de Souza, recebeu uma carta de ameaça de morte na segunda-feira. O fato foi confirmado na noite de hoje pela assessoria de imprensa da prefeitura. Segundo a assessoria, estava sendo mantido sigilo sobre o recebimento da carta, que foi entregue à polícia de Santo André. Esta foi a segunda carta enviada desde a morte do prefeito de Campinas, Toninho do PT. O prefeito pertence ao mesmo partido. O prefeito confirmou em entrevista que vem mudando de hábitos e que uma das medidas que adotou é "nunca estar ou andar sozinho".Marco Aurélio de Souza administra uma das cidades mais violentas do Vale do Paraíba, onde o número de homicídios no ano passado cresceu 17,58%. Ele disse que não tem seguranças contratados, mas sempre está acompanhado por um grupo de funcionários públicos, inclusive da guarda municipal, que fazem sua segurança. O prefeito ressaltou que não acredita que o governo estadual possa fazer alguma coisa. "Não acredito que o crime organizado possa acabar". Já o prefeito da pequena cidade de São Bento do Sapucaí, Geraldo Souza Dias, também do PT, informou que a Polícia Militar reforçou a ronda na cidade e tem acompanhado o prefeito e o vereador e presidente da Câmara, também do PT, Benedito Mauro Rosa Vieira. "Apesar da cidade ser pequena, temos que tomar cuidado", disse Vieira.

Agencia Estado,

22 de janeiro de 2002 | 20h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.