Prefeito de Peruíbe é ameaçado de cassação

O prefeito de Peruíbe, cidade do litoral sul de São Paulo, Gílson Bargieri, corre o risco de ter o mandado cassado e os direitos políticos suspensos em até oito anos por improbidade administrativa. A acusação parte do Ministério Público, que ajuizou ação com a justificativa de que o prefeito beneficiou-se do mandato em uma transação imobiliária.Segundo a denúncia, Bargieri vendeu um imóvel a um cidadão, que por vendeu ao prefeito um outro bem maior, pelo mesmo valor, em uma transação conhecida como permuta imobiliária. Posteriormente, o imóvel foi alugado para a prefeitura, com um valor acima do mercado.

Agencia Estado,

09 de agosto de 2002 | 17h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.