Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Prefeito de Teresópolis calcula R$ 100 milhões em prejuízos

Segundo ele, há pelo menos 200 feridos e mil desabrigados após chuvas que castigaram cidade

Marcelo Auler, O Estado de S. Paulo

12 de janeiro de 2011 | 15h16

TERESÓPOLIS - Pelo menos 71 mortos, 200 feridos, mil desabrigados e R$ 100 milhões em prejuízo. Esse é o balanço, até o meio da tarde desta quarta-feira, do rastro de destruição deixado em Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, pelas chuvas que caíram terça na cidade.

 

Veja também:

linkPrevisão é de mais chuvas para a região

linkGoverno federal se compremete a ajudar, diz senador

 

Segundo o prefeito Jorge Mário Sedlacek, na noite passada, em duas ou três horas caiu 160 mm de chuvas, o equivalente ao esperado para todo o mês de janeiro. "É a maior tragédia já ocorrida em Teresópolis", disse o prefeito ao Estado.

 

Será montado um hospital de campanha no centro da cidade. A chegada dos ministros Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) e Luiz Sérgio Nóbrega (Relações Institucionais) a Teresópolis era esperada para 16h.

Mais conteúdo sobre:
Riochuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.