Prefeito de Ubatuba reassume por ordem da Justiça

O prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos de Oliveira (PFL), reassumiu o cargo, após liminar concedida pelo desembargador Alves Bevilacqua, do Tribunal de Justiça. Oliveira estava afastado desde 23 de julho, por decisão da 1ª Vara Cível de Ubatuba. O Ministério Público acusa o prefeito de comprar um Passat importado por R$ 126 mil, para uso particular, sem licitação. Seu advogado alegou que a decisão causava ao prefeito "prejuízo irreparável", sobretudo no campo moral e político. A liminar vale até o julgamento fim do recurso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.