Prefeito do PFL sofre atentado em MG

O prefeito Carlos Calixto (PFL), do município de Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte, foi surpreendido ontem por volta das 23h quando dois homens em uma moto dispararam dois tiros na sua direção. O primeiro atingiu o interior do escritório particular do prefeito, no momento em que ele estava reunido com sete assessores. O segundo foi disparado durante a fuga, pelo passageiro da moto. No mesmo horário, um ônibus da cidade foi incendiado por três homens armados, que obrigaram os passageiros a descerem do veículo, mas não roubaram nada.De acordo com o prefeito, o atentado pode ter ligação com o incêndio, pois a prefeitura da cidade vem tentando regulamentar o transporte alternativo há três meses, mas sem sucesso. "Os representantes dos perueiros não concordam com as propostas da prefeitura e estão insatisfeitos. Cerca de 15 dias atrás, um deles invadiu a prefeitura e só foi impedido ao chegar à porta do meu gabinete. Pode ser mais uma tentativa de me deixar amedrontado", disse. Carlos Calixto cumpre seu segundo mandato à frente da prefeitura de Santa Luzia.Na manhã desta quarta-feira, funcionários da empresa do prefeito encontraram uma bala, calibre 38, próxima ao local dos disparos. A polícia está investigando o atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.