Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Prefeito do Rio lamenta a perda de 'um palácio' em referência ao Museu Nacional

Marcelo Crivella disse, em nota, que vai reconstruir o prédio e cita a família imperial, mas não fez nenhuma menção ao precioso acervo de 20 milhões de peças

Roberta Jansen, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2018 | 10h42

RIO - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, publicou na madrugada desta segunda, 3, uma nota em rede social, na qual lamenta a perda de "um palácio", em referência ao Museu Nacional, a mais antiga instituição científica do país. 

O prefeito fala em reconstrução do prédio e cita a família imperial, mas não há nenhuma menção ao precioso acervo de 20 milhões de peças. "Trágico incidente que destruiu um palácio marcante da nossa história. É um dever nacional reconstruí-lo das cinzas, recompor cada detalhe eternizado em pinturas e fotos e ainda que não seja o original continuará a ser para sempre a lembrança da família imperial que nos deu a independência, o império, a primeira constituição e a unidade nacional", escreveu o prefeito, revelando pouco conhecimento sobre o acervo, entre eles o mais antigo fóssil humano já encontrado no Brasil, de cerca de 12 mil anos. Em entrevista à rádio CBN na manhã de hoje, Crivella voltou a repetir que vai "recuperar o prédio".

 

O incêndio de grandes proporções destruiu o acervo do Museu Nacional, na zona norte do Rio, na noite deste domingo, 2. O fogo começou por volta das 19h30 de domingo e durou até por volta de 2 da manhã desta segunda-feira, 3. Após o exaustivo combate às chamas, prejudicado pela falta de água nos hidrantes da instituição, iniciou-se ainda de madrugada o trabalho de rescaldo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.