Prefeito do Rio vai trabalhar de bike no Dia Mundial Sem Carro

Eduardo Paes fará percuso de 10 km no início da manhã; no centro, 510 vagas de veículos estarão suspensas

Felipe Werneck, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2009 | 19h03

No fim da tarde desta segunda-feira, 21, a assessoria de imprensa do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), divulgou a informação de que ele irá trabalhar de bicicleta no Dia Mundial Sem Carro. "Paes vai pedalar da Gávea Pequena (residência oficial) ao Palácio da Cidade", informa a agenda do prefeito, com um alerta: "Atenção: o ponto de encontro é na Vista Chinesa, às 5h45. Haverá um veículo aberto para transportar cinegrafistas e fotógrafos."

 

Veja também:

blog Dia Mundial Sem Carro surgiu na França

blog Dia Mundial Sem Carro em São Paulo

  

E se chover, como aponta a previsão do tempo? "Está mantido." A partir da Vista Chinesa, na Floresta da Tijuca, Paes deverá descer em direção ao Horto, na zona sul, e passar por Jardim Botânico, Lagoa Rodrigo de Freitas e Humaitá, até chegar à Rua São Clemente, em Botafogo, onde fica o Palácio. O percurso é de aproximadamente 10 quilômetros.

  

No centro, oestacionamento ficará proibido para 510 veículos nesta terça-feira, 21, no quadrilátero formado por Avenida Rio Branco, Rua Santa Luzia, Avenida Presidente Antônio Carlos e Rua da Assembleia. A prefeitura, porém, projeta a construção de mais uma garagem subterrânea no centro, para 900 carros, na Praça Mauá. Também foi anunciada ontem a proibição do estacionamento em vagas de prédios municipais.

 

Carros da prefeitura, próprios e terceirizados, não poderão circular, à exceção de veículos operacionais. As concessionárias de transportes públicos prometeram aumentar suas frotas. Ainda como forma de "estimular a adesão ao movimento", começa a valer hoje a redução do limite de velocidade em 32 ruas secundárias de Copacabana, na zona sul. O novo limite será de 30 km/h.

 

"Cerca de 20% da população do Rio usa o automóvel como meio de transporte todos os dias. O que estamos propondo é que esses 20% se desloquem, por um dia apenas, como os 80% fazem o ano inteiro", diz Alexandre Sansão, secretário municipal de Transportes. A prefeitura também promete aumentar as ciclovias da cidade.

 

Em Copacabana, haverá hoje um "curso de educação cicloviária". No centro, a secretaria municipal de Meio Ambiente fará a medição da qualidade do ar antes, durante e após a realização do Dia Mundial Sem Carro. Nas escolas da rede municipal, está previsto um concurso de cartazes sobre o assunto - os três melhores vão ganhar uma bicicleta, segundo a prefeitura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.