AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Prefeito eleito em Rondônia é baleado em SP

O prefeito eleito de Ouro Preto do Oeste, em Rondônia (RO), o empresário Irandir Oliveira Souza, de 38 anos, foi vítima de um atentado nesta segunda-feira num restaurante no Largo da Concórdia, no Brás, região central de São Paulo. Um homem entrou no lugar por volta das 14 horas. Estava armado com um revólver calibre 38. Sem dizer nada, aproximou-se pelas costas do político, disparando três vezes. As balas acertaram as costas, as nádegas e uma das pernas da vítima. Uma funcionária do restaurante foi atingida de raspão no braço por um dos projéteis.O criminoso foi descrito por testemunhas como um jovem com cerca de 1,70 metro de altura, pardo e magro. Ele saiu rapidamente do lugar, um restaurante que vende comida por quilo, depois dos disparos. ?Nenhuma das pessoas com quem nós conversamos no local do crime sabia dizer como ele fugiu?, afirmou o delegado Gilmar Bessa, titular do 8.º Distrito Policial (Brás).A polícia não descarta a possibilidade de outras pessoas terem participado da execução do atentado. ?Tudo indica que a intenção do criminoso era cometer o homicídio e não roubar a vítima?, disse o delegado. A recente eleição de Souza causou polêmica em Rondônia. Isso por causa dos processos criminais que ele responde: são 18 ao todo sob as acusações de tráfico de drogas, formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato. O Tribunal Regional Eleitoral daquele Estado chegou a cassar sua candidatura, mas como o empresário não foi condenado em definitivo em nenhum dos casos, ele recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral e obteve o registro da candidatura.Souza estava em São Paulo a negócios. De fato, o político tem aqui uma empresa de transporte coletivo que faz a rota São Paulo-Rondônia. ?Há a suspeita de que alguém desse ramo seja o mandante?, disse o delegado.O prefeito foi levado pelos bombeiros para o pronto-socorro do Hospital Municipal do Tatuapé, na zona leste, onde foi operado no começo da noite de ontem. Antes disso, policiais do 8.º DP conversaram com o político dentro do hospital e receberam indicações sobre os possíveis autores do crime. ?Não posso dar detalhes, mas são informações importantes para elucidar o caso?, afirmou o delegado.A polícia já sabe que, por causa dos negócios, o prefeito eleito estava acostumado a dividir seu tempo entre São Paulo e Rondônia. O delegado mandou abrir inquérito para investigar o caso e vai tomar os depoimentos das testemunhas do crime ? o restaurante estava lotado no momento dos disparos ? e da vítima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.