Prefeito indenizará famílias de vítimas de acidente aéreo

O prefeito José Diogo Flores (PMDB), de Altair, no interior de São Paulo, foi condenado pela Justiça a pagar indenização às famílias das vítimas da queda de um avião monomotor, que matou 8 pessoas em 2 de dezembro de 1995. Flores, prefeito também na época, autorizou o pouso da aeronave em uma estrada vizinha à cidade. O aparelho, que fazia vôos panorâmicos de passeios com moradores durante as festas de aniversário da cidade, chocou-se numa rede de alta tensão e caiu matando sete passageiros e o piloto. Por conta da responsabilidade, Flores deverá pagar uma indenização que poderá passar de R$ 1 milhão, mas o valor ainda deverá ser levantado no processo de execução da sentença. A condenação, em última instância, foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O STF indeferiu recurso do prefeito contra sentença do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o apontou como culpado pelo acidente. O prefeito não quis comentar o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.