Prefeito proíbe desfile de gay

O Grupo Gay da Bahia (GGB) denunciou ao Ministério Público, por discriminação e preconceito, o ex-deputado Genebaldo Correia (PMDB), conhecido como um dos "anões do Orçamento", atual prefeito de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo Baiano, e o secretario de Educação do município, José Tabira. Os dois são acusados de terem proibido o agente de serviços gerais Willian de Jesus, de 26 anos, homossexual assumido, de participar do desfile de 7 de Setembro e outras festas cívicas da cidade. Willian desfilava como "baliza acrobática" na Fanfarra Famusa, e foi comunicado pela Associação das Bandas de Santo Amaro que não poderia mais atuar, pois o prefeito e o secretario haviam proibido a participação de gays nos desfiles públicos promovidos pela prefeitura. Foi somente neste final de semana o GGB tomou conhecimento do caso. O vice-presidente do grupo, Marcelo Cerqueira, foi até Santo Amaro, ontem, para confirmar as denúncias e voltou para Salvador convicto de que a atitude da prefeitura caracteriza discriminação por orientação sexual. "O prefeito e o seu secretario deveriam se preocupar em combater a pobreza do município, que é uma calamidade pública", reclamou Cerqueira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.