Prefeitura começa a demolir prédio interditado em Belo Horizonte

Edifício está localizado ao lado de imóvel que ruiu no último dia 10 no bairro Buritis

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

13 de janeiro de 2012 | 14h59

SÃO PAULO - A Prefeitura de Belo Horizonte iniciou na manhã desta sexta-feira, 13, o processo de preparação para a demolição do edifício Art de Vivre, no bairro Buritis, vizinho ao prédio Vale dos Buritis que desabou no último dia 10.

No dia 11, a Justiça de Minas Gerais determinou que a construtora responsável pela obra colocasse o prédio abaixo no prazo máximo de 10 dias, sob pena de multa diária de R$ 20 mil, devido ao risco "real de desabamento".

A prefeitura disse ter assumido a "responsabilidade pela execução dos serviços de demolição”. Em sua decisão, o juiz Renato Luis Dresch, da 4ª Vara de Feitos da Fazenda Pública Municipal, declarou que se a demolição não fosse iniciada imediatamente os danos poderiam ser ainda maiores.

O prédio Vale dos Buritis estava interditado desde o início do período chuvoso na cidade, em outubro do ano passado, quando o rompimento do encanamento de água na rua fez surgir largas fissuras na fachada e na calçada na frente do imóvel. No dia 9, o juiz Alexandre Quintino Santiago, da 16ª Vara Cível do Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, ordenou a demolição emergencial do edifício, mas a estrutura ruiu antes que a medida fosse cumprida. Ninguém se feriu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.