Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Prefeitura de BH não libera trânsito em avenida onde viaduto desabou

Decisão foi tomada depois da empresa Cowan, responsável pela construção do viaduto que caiu, apresentar um novo projeto de recuperação da alça do viaduto vizinho que ainda está de pé

Flórence Couto - Especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

12 de julho de 2014 | 12h12

BELO HORIZONTE - A Avenida Pedro I, em Belo Horizonte, onde desabou o Viaduto Batalha dos Guararapes, não foi liberada para o trânsito neste sábado, 12, conforme estava previsto. A decisão foi tomada pela Prefeitura de Belo Horizonte depois que a empresa Cowan, responsável pela construção do viaduto que caiu, apresentou um novo projeto de recuperação da alça do viaduto vizinho que ainda está de pé. 

O projeto garante escoras mais eficientes e definitivas, o que, segundo o coordenador da Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, possibilitaria a continuação das obras a ser realizadas no elevado sem a interrupção do trânsito. Ainda não há uma nova data para a liberação da via. 

Na manhã deste sábado, funcionários da construtora iniciaram os testes com uma máquina suíça que será usada para retirar os escombros do viaduto que desabou. O equipamento vai cortar a estrutura e os pedaços de concreto serão içados por guindastes. Eles serão levados para outro local, onde vão ser demolidos. A ideia é diminuir o barulho e a poeira e impedir que pedaços dos escombros sejam projetados. O trabalho ainda será avaliado antes de ser concluído. 

Funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte e da empresa Cowan também continuaram a recapear o asfalto danificado. O viaduto Batalha dos Guararapes desabou há nove dias, causando a morte de duas pessoas e ferindo 23.

Mais conteúdo sobre:
viadutoBelo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.