Prefeitura de Itajaí alerta sobre proliferação de doenças

Risco é que água contaminada com xixi de rato transmita leptospirose a quem tiver contato com água da chuva

Da Redação,

28 de novembro de 2008 | 13h35

A população de Itajaí é alertada para o risco da proliferação de doenças causadas pelas inundações. O alerta foi feito pelo setor de Vigilância Epidemiologia da Prefeitura. Pessoas que tiveram contato com a água das enchentes devem ficar alertas às doenças como a leptospirose, já que não ela não pode ser prevenida com vacina. A leptospirose é transmitida principalmente pelo contato com água contaminada com a urina dos ratos.   Veja também:Saiba como ajudar as vítimas da chuvaIML divulga lista de vítimas identificadas SC pode ter mais chuva e deslizamentosDefesa Civil foca esforços no Morro do BaúSC tem nove rodovias totalmente interditadasMassa doa macacão em prol das vítimasMulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina Blog: envie seu relato sobre as chuvas Blog Ilha do sem Blumenau Blog Desabrigados Itajaí Blog Arca de Noé Veja galeria de fotos dos estragos em SC  Tudo sobre as vítimas das chuvas     Os principais sintomas da leptospirose são dores no corpo, dor na panturrilha, febre, mal-estar e icterícia (amarelamento da pele). As pessoas que tiverem suspeita de contaminação não devem, de forma alguma, prosseguir com a auto medicação e precisam se dirigir imediatamente à unidade de saúde mais próxima para avaliação médica e exames necessários. O uso de medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico (analgésicos como aspirina, AAS, Melhoral) é altamente perigoso, pois eles podem causar hemorragia em pessoas infectadas.  O uso de antiinflamatórios também não é indicado. As pessoas com esses sintomas precisam ser hidratadas. A Vigilância Epidemiológica afirma que casos de leptospirose só podem ser confirmados após pelo menos sete dias da contaminação e por isso ainda não há números oficiais de contágio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.