Prefeitura de Londrina irá multar imóvel com foco de dengue

Proprietários de imóveis de Londrina que não contribuírem para evitar a proliferação da dengue serão multados de R$ 50 a R$ 300 a partir da próxima segunda-feira, 6 de março. Em caso de reincidência, a multa será dobrada e se houver persistência, os imóveis residenciais poderão ser interditados e os estabelecimentos comerciais e industriais perderão os alvarás. A medida, prevista em lei de 2002, foi adotada em represália ao descaso que os agentes de saúde constataram em vários bairros. Em um deles, o Jardim Leonor, de classe média baixa, sete em cada 10 imóveis vistoriados tinham foco do mosquito da dengue. "A situação está grave", reconhece o prefeito Nedson Micheleti (PT). Este ano foram confirmados sete casos da doença, segundo a Secretaria de Saúde, mas em 2003 cerca de 6 mil pessoas foram contaminadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.