Prefeitura de SP desapropria para fazer terminais de ônibus

A prefeita Marta Suplicy (PT) iniciou nesta terça-feira o processo de desapropriação de sete terrenos na cidade para a construção de terminais de ônibus. Na primeira página da edição desta quarta do Diário Oficial do Município, setedecretos declaram de utilidade pública os terrenos que se distribuem por todas as regiões da cidade. Os proprietários que não quiserem discutir a questão na Justiça podem fazeracordo com a Administração para venda dos imóveis.A capital tem atualmente 14 terminais em operação e outros 6 em construção. Nos terrenos a serem apontados nesta quarta pela Prefeitura, vãoser construídos alguns dos 26 terminais previstos para operar durante a vigência do novo modelo de transporte que a Secretaria dos Transportes está licitando.De acordo com o coordenador para implementação do novo modelo, Carlos Alberto Carmona, oscritérios adotados pelos técnicos para escolha das novas áreas foram a proximidade de cada uma delas com grandes vias da cidade e a demanda de passageiros em suas regiões.Nesta terça-feira, o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, afirmou que a Avenida Rebouças vai ter faixas reversíveis para aumentar avelocidade dos ônibus nos horários de pico. Ele pretende punir os motoristas de veículos particulares para "facilitar a vida de quem anda de ônibus". O formato deve ser o mesmo utilizado em outras vias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.