Prefeitura de SP e CEF fazem convênio

A prefeitura de São Paulo e a Caixa Econômica Federal (CEF) assinam esta tarde convênio do Programa de Agendamento Residencial (PAS), para reforma e construção de moradias populares na cidade. O acordo determina que a Cohab de São Paulo indicará, após aprovação da Caixa, as áreas disponíveis para a construção de imóveis. O convênio é assinado pela prefeita Marta Suplicy (PT), o presidente da CEF, Emílio Carazzai, e o presidente da Cohab, Jorge Hereda. O evento ocorre no Palácio das Indústrias.Os primeiros empreendimentos já foram escolhidos. Serão reformados dois prédios no centro de São Paulo e um no bairro do Belenzinho. Um terceiro edifício será construído em São Miguel Paulista. A unidade do Belenzinho terá 84 apartamentos a R$ 21,5 mil cada. O do centro contará com 75 apartamentos a R$ 23,2 mil por unidade. Já em São Miguel Paulista serão erguidas 200 unidades com custo de R$ 23,2 mil cada.Na mesma cerimônia também é assinado um convênio Carta de Crédito (FGTS/Material de Construção), destinado a famílias com renda de até R$ 1.812,00. A prefeitura também assina o convênio "Caixa do Trabalhador" para que os 142 mil servidores municipais desfrutem dos produtos e serviços do banco, com condições diferenciadas.

Agencia Estado,

21 de maio de 2001 | 17h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.