Prefeitura de SP estuda novo sistema de limpeza

O secretário de implementação de sub-prefeituras de São Paulo Arlindo Chinaglia, disse hoje que existe um estudo em andamento na prefeitura que visa gerenciar a limpeza de canais, galerias e bocas de lobo a exemplo do que foi feito com a operação tapa buracos. Segundo ele, a prefeitura abrirá concorrência nesta área para contratação de empresas e, paralelamente, fará ?um sistema integrado de conferência do trabalho realizado?. Chinaglia explicou que hoje a forma de pagamento feito às empresas contratadas se restringe ao número de equipes que trabalham e não ao trabalho realizado, não havendo uma fiscalização por parte da prefeitura. ?O novo sistema irá reduzir custo e agilizar a limpeza em São Paulo?, garatiu. O secretário acompanhou hoje pela manhã a Operação Belezura no Viaduto República Armênia, próximo à Marginal do Pinheiros. A operação que começou no último dia 30 prossegue nos próximos quatro finais de semana. O supervisor de operações da Limpurb, Gabriel Haddad, amanhã, a operação será apenas nos eixos da 23 de Maio e Bandeirantes quando serão deslocados cerca de 250 trabalhadores. No próximo sábado, será a vez da operação passar pela Av. Paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.