Prefeitura do Rio começa a desmobilizar estrutura do carnaval

Trabalho inclui revisão nas tampas de bueiros e nas calçadas para correção do pavimento

estadão.com.br,

27 Fevereiro 2012 | 14h17

SÃO PAULO - Agentes da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos iniciam nesta segunda-feira, 27, a retirada dos tapumes de proteção aos monumentos e dos refletores de reforço usados na iluminação no carnaval na cidade do Rio de Janeiro.

Serão retirados os tapumes instalados para a proteção dos monumentos a Marechal Floriano, Carlos Gomes, General Osorio, Pedro I, Relógio da Carioca, nos chafarizes das Saracuras, Mulher com Ânfora e da Nossa Senhora da Conceição. Durante o carnaval, nenhum monumento público foi alvo de vândalos.

O trabalho de retirada dos refletores, que garantiram aumento de até 200% na luminosidade das festas, também será feito. As equipes da Rioluz vão desinstalar os 810 equipamentos de 113 vias onde houve bailes, blocos, além da Avenida Marquês de Sapucaí, áreas de acesso e da Avenida Intendente Magalhães. Já as equipes da Coordenadoria Geral de Conservação vão dar início à revisão nos trechos de grande aglomeração popular, como a região do Centro e a orla das praias da zona sul. Serão revisadas calçadas para correção do pavimento em pedras portuguesas, tampas de bueiros que tiverem sido danificadas, além do sistema de drenagem das vias. Caso haja necessidade, os reparos serão realizados imediatamente.

Mais conteúdo sobre:
RiocarnavalRioLuz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.