Prefeitura do Rio inicia mobilização no combate à dengue

A prefeitura do Rio está mobilizada para os preparativos do novo Dia D de combate à dengue, marcado para o dia 29 de novembro. Embora o índice de infestação do mosquito Aedes Aegypti esteja abaixo do registrado no s anos anteriores, existem focos do inseto espalhados por toda a cidade. "Estamos bastante preocupados com a chegada do verão. A cidade oferece condições para a proliferação do mosquito, pois tem o clima quente, está no nível do mar e tem característica urbana desordenada", lamentou o subsecretário municipal de Saúde, Mauro Marzochi. Segundo ele, a dengue está controlada, porém, se não houver um combate permanente às larvas, o mosquito volta e surgem novas epidemias. Rotineiramente, 2.700 agentes de saúde percorrem a cidade, aplicando larvicidas e, sobretudo, promovendo ações educativas. Mauro Marzochi explicou que 90% dos criadouros do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, estão dentro das casas, daí a necessidade da colaboração efetiva da população no combate ao mosquito, que se desenvolve em água limpa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.